Saiba o que é a Síndrome do Pânico e como essa doença pode ser tratada

Alguns sintomas como: fadiga, taquicardia, transpiração excessiva e medo, muito medo. Tudo isso sentido de uma só vez. Esses são sinas de uma doença que tem levado muitas pessoas aos consultórios médicos: a síndrome do pânico.  

Segundo o psiquiatra da UFLA, o Dr. Gilbran Scarpone Salen a síndrome do pânico é uma síndrome ansiosa. O pânico é um quadro ansioso e as situações causadoras da doenças são muito comuns. A síndrome do pânico seria um degrau da síndrome ansiosa.

Recentemente o padre Fábio de Melo, mineiro, natural de Formiga, relatou em uma rede social que teve uma crise de pânico e, em entrevista a um programa de televisão, assumiu que sofre desse transtorno. Ele, uma figura pública, trouxe à tona uma discussão sobre como as pessoas que têm a doença podem ser ajudadas.

As causas exatas da síndrome do pânico são desconhecidas, embora a ciência acredite que um conjunto de fatores possa favorecer: como genética e o estresse. De acordo com a Organização Mundial de Saúde mais de 9% da população brasileira sofre de algum transtorno de ansiedade, o que representa 18 milhões de brasileiros.

Lídia tem 20 anos, é estudante de pedagogia, e tem uma vida agitada entre atividades na universidade e na igreja que frequenta. Até então uma vida normal e tranquila até que os primeiros sintomas começaram a perturbar.

A estudante conta que começou a ter medo de comer, porque todas as vezes que  comia se sentia mal, e que os sintomas foram se agravando até chegar a um ponto em que ela  não conseguia fazer mais nada.

Felizmente Lídia conseguiu passar pela fase mais intensa da síndrome e hoje, toma apenas doses pequenas de ansiolítico. E para passar por tudo isso ela se apegou ao que mais gosta de fazer: compor e cantar. Veja mais detalhes.

Deixe uma resposta

Tamanho da Fonte
Auto Constraste