Pesquisa desenvolvida na UFLA dá destino ecológico para rejeitos de mineradoras

Quem olha esses tijolos expostos não imagina que nem no forno eles passaram para ficarem prontos. Ou mesmo que o material usado para fabricá-los vem de resíduos de mineração. A pesquisa desenvolvida na Universidade Federal de Lavras (UFLA)  começou depois que este professor e seus alunos resolveram dar um destino ecologicamente correto ao rejeito que provocou o rompimento da Barragem do Fundão em Bento Rodrigues, distrito de Mariana.

O processo da transformação do rejeito em tijolos é bem simples e nada demorado. Um tijolo por exemplo, depois que passa por uma maquina, fica pronto em menos de um minuto. O produto além de ser ecologicamente correto ainda é viável financeiramente.

Para fazer o tijolo é fácil. Na composição alguns dos ingredientes básicos: terra, cimento e rejeito de mineração.

Para quem se interessou por este processo que ainda está em fase de pesquisa, mas que tem todo o potencial para ser um sucesso ecológico e econômico, a instalação desta eficiente olaria pode ser a solução para agregar uma renda a mais no fim do mês e ainda contribuir para a preservação do meio ambiente. Confira a reportagem completa.

Deixe uma resposta

Tamanho da Fonte
Auto Constraste