Estudante da UFLA desenvolve painéis de MDP com resíduos de pneus

Você sabia que no Brasil são descartados anualmente 450 mil toneladas de pneus. Quantidade equivalente a 90 milhões de unidades utilizadas em carros de passeio. Apesar de existirem normas ambientais, a destinação correta do material ainda é um desafio no país. E se esse material fosse utilizado como matéria prima para confecção de móveis? Esse é o objetivo de uma pesquisa desenvolvida na UFLA.

A pesquisa faz parte da dissertação de mestrado do Alan Pereira, que na verdade desenvolveu dois produtos com resíduos de pneus. O painel de partículas de média densidade, o MDP, usado para a confecção de móveis e também o painel cimento madeira, utilizado em paredes, divisórias e forros, um material que oferece isolamento térmico adequado para o ambiente.

Para fabricar o painel MDP foram necessários além do resíduo de pneus, a madeira pinus processada e moída, a ureia de formaldeido. Logo após a mistura, os materiais foram prensados. Para o cimento madeira, os materiais são praticamente os mesmos.

E tem mais viu, a Mayra Diniz também desenvolveu um projeto bem parecido em sua tese de mestrado. Para produzir os painéis MDP, a estudante de mestrado à época, atualmente cursa o doutorado, utilizou bagaço de cana de açúcar e resíduos de sacolas plásticas.

O professor Rafael Farinassi é o orientador dos dois projetos. Para ele, apesar dos produtos produzidos além de colaborar com o meio ambiente pode contribuir com a indústria. Confira a reportagem completa.

Deixe uma resposta

Tamanho da Fonte
Auto Constraste