Armadilhas são usadas para o monitoramento e controle do mosquito transmissor da dengue

Técnicas de combate à dengue como: evitar o armazenamento de água parada, limpar calhas e caixas d’água com frequência e colocar areia nos pratos e vasos de flores são fundamentais. Mas também existem as Ovitrampas, armadilhas que ajudam no controle de foco do mosquito.

Giovani Pontel, técnico em entomologia, explica que a armadilha chamada Ovitrampa, é uma armadilha de ovoposição. ou seja, fêmea do aedes aegypti vem pra depositar os ovos nessa armadilha.

Desde 2012, um monitoramento é feito no campus da UFLA com a ajuda das ovitrampas. O projeto do Departamento de Meio Ambiente conta com a ajuda de professores e alunos.

Este ano em Lavras, foram registrados 25 casos da doença. E para que em 2018 os números caiam ainda mais, a vigilância está aprimorando ações para o combate ao mosquito transmissor da dengue. Confira a reportam completa.

Deixe uma resposta

Tamanho da Fonte
Auto Constraste