Celebrações dos devotos de Irmã Benigna, no dia 16, encerram o ano 2017

No próximo sábado, 16 de dezembro, celebrações em Belo Horizonte e Lavas (MG) marcarão o encerramento do ano dos devotos de Irmã Benigna, agradecendo as muitas realizações e reafirmando a esperança para o tempo novo que se aproxima. Na capital, haverá missa às 19h, na Capela do Colégio Nossa Senhora da Piedade (Rua Monsenhor Domingos Pinheiro, 105, bairro Calafate) e em Lavras/MG a missa será às 10h, na capela São José (Interior do Lar Augusto Silva, Rua Chagas Dória, 750, Centro).

Vale destacar a importância histórica da Capela do Colégio Piedade para os devotos, visto que a Irmã Benigna residiu no colégio e atendeu muitas pessoas naquela capela, sempre rezando, encorajando e acalmando os corações. Celebrar ali é oportunidade de fazer memória e renovar a fé no seu exemplo de discípula missionária, que intercede a Deus por todos.

Agenda: Missa pela Vida e Santidade de Irmã Benigna Sábado, 16 de dezembro

Belo Horizonte (19h): Capela do Colégio Nossa Senhora da Piedade – Rua Monsenhor Domingos Pinheiro, 105, Bairro Calafate. O Padre Iris Mesquita Martins presidirá a Celebração.

Lavras/MG (19h): Capela São José (Interior do Lar Augusto Silva, Rua Chagas Dória, 750, Centro). Celebrante: José Ronaldo de Castro Golvêa.

Resumo Biográfico

Irmã Benigna nasceu em Diamantina, no dia 16 de agosto de 1907. Aos 28 anos, em 11 de fevereiro de 1935, ingressou na Congregação das Irmãs Auxiliares de Nossa Senhora da Piedade, fundada por Monsenhor Domingos Pinheiro em Minas Gerais. Trabalhou em diversas casas da congregação e, por onde passou, levou fama de santidade.

Sem fazer distinção de pessoas, estava sempre disponível para ajudar e acolher, a todos ensinava o valor da oração. Abdicava de si para cuidar do necessitado, a qualquer hora. Através da sua fé, caridade, humildade e a força de suas orações, principalmente a Salve Rainha que rezava com todos, levou muitos à conversão, transformando pessoas, famílias e situações. A todos ensinou a piedade, a fé, o amor a Deus e a Nossa Senhora. Em vida ela já era considerada Santa. Irmã Benigna faleceu em 16 de outubro de 1981, em Belo Horizonte.

Devido ao grande número de milagres atribuídos à sua poderosa intercessão, foi aberto o Processo de Beatificação em 15 de outubro de 2011. Após o encerramento da fase diocesana em janeiro de 2013, o processo de beatificação e canonização foi encaminhado para o Vaticano, atualmente encontra-se na Fase Romana.

As relíquias da Serva de Deus Benigna (Irmã Benigna) encontram-se na Cripta do Ressuscitado, na Capela São Luiz, situada no interior do Recanto Monsenhor Domingos. O local foi escolhido para abrigar as relíquias e o seu Memorial, por ter sido a primeira casa da congregação e onde morou a Irmã Benigna por dois períodos de sua vida, além de ser próxima à Serra da Piedade. Um lugar especial que remete a momentos de reflexão, fé, espiritualidade e oração.

Contatos:

Associação dos Amigos da Irmã Benigna – Amaiben: contato@irmabenigna.org.br

Site oficial da devoção: www.irmabenigna.org.br

Emanuel Costa: (31) 99446-2366 ec.particular@gmail.com

Arlinda Maria Fernandes: (31) 99915-1610 arlindamariafernandes9@gmail.com

Fonte: Emanuel Costa

Deixe uma resposta

Tamanho da Fonte
Auto Constraste