Fapemig vai contratar bolsistas para Programa Iniciação Científica no Ensino Médio da SEE

Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de Minas Gerais (Fapemig) está com edital aberto para a contratação de bolsistas para atuarem no Programa Iniciação Científica no Ensino Médio da Secretaria de Estado de Educação (SEE).

O objetivo da ação é fomentar a pesquisa e a investigação científica em escolas da rede estadual de ensino, por meio da concessão de bolsas de coordenador de tutoria, para pesquisadores vinculados a Instituições de Ensino Superior (IES) orientarem projetos de Iniciação Científica elaborados por professores e alunos do Ensino Médio e aprovados em editais específicos divulgados pela SEE.

Para participar, é necessário que o interessado seja professor de uma Instituição de Ensino Superior (IES), possua no mínimo o título de Mestre, tenha experiência compatível e comprovada com o tema dos projetos selecionados, entre outros.

A proposta que deverá ser apresentada pelo interessado deve prever a orientação de no mínimo dois e no máximo quatro projetos aprovados nos editais da SEE. Além disso, é necessário que o candidato identifique, no Formulário Eletrônico disponível no sistema Everest, as linhas temáticas e os projetos vinculados ao plano de trabalho e aprovados nos editais da SEE que o solicitante teria interesse de orientar.

As propostas devem ser apresentadas sob a forma de plano de trabalho e submetidas, obrigatoriamente, em versão eletrônica, até as 17h do dia 9 de fevereiro de 2018. O prazo de execução de cada proposta é de dez meses.

O resultado final da seleção será publicado no Diário Oficial do Estado de Minas Gerais, em forma de extrato e, na íntegra, incluindo a relação nominal dos projetos, na página da Fapemig – www.fapemig.br.

>>> Clique aqui para conferir o edital completo.

Iniciação Científica

O Programa de Iniciação Científica no Ensino Médio tem por finalidade viabilizar e apoiar a atividade de pesquisa e investigação científica em escolas da Rede Estadual de Ensino de Minas Gerais, por meio do apoio a projetos de Iniciação Científica a estudantes do Ensino Médio e da concessão de extensão de carga-horária a professores do Ensino Médio, para que desenvolvam os projetos de pesquisa.

O principal objetivo do programa é incentivar, apoiar, valorizar e dar visibilidade à produção e compartilhamento de conhecimentos e saberes, a partir do ensino e aplicação de metodologias de pesquisa científica no Ensino Médio, oportunizando aos estudantes e professores a identificação de problema, da escola ou da comunidade, e construir coletivamente soluções para resolvê-los ou minimizá-los.

Este ano, foram selecionados 127 projetos de autoria de estudantes e professores – 94 que fazem do eixo de pesquisa “Núcleo de Pesquisa e Estudos Africanos, Afrobrasileiros e da Diáspora – Ubuntu/Nupeeas”e 33 que integram os “Territórios de Iniciação Científica (TICs)”, que formarão coletivos de pesquisa em escolas estaduais.

Fonte: Agência Minas

Deixe uma resposta

Tamanho da Fonte
Auto Constraste